quinta-feira, 2 de maio de 2013

Isto é o que dá falar demais...


Há dias estava em amena cavaqueira com uma colega, falávamos de constipações, gripes, viroses, pessoas fungosas...ela queixava-se da gripe estar sempre a ataca-la, de não lhe dar descanso…eu, enchi o peito de ar, vesti o casaco da confiança e disse: " Não me lembro o que é andar com uma gripe dessas de caixão à cova, os vírus não querem nada comigo, fogem todos de mim a sete pés!" e finalizei com um sorriso matreiro de quem tem a piiii (palavrão  subentendido) da mania! 

Sabem aquele ditado " Não cuspas para o ar senão cai-te em cima"? Pois que caiu-me em cima e carregadinho de vírus...alguém lá em cima ouviu-me e disse: "Ai é? Então toma lá para aprenderes a estar caladinha!". Apanhei uma daquelas que nos fazem andar com maços de lenços de papel na carteira e nos bolsos, o nariz todo vermelho, lágrima no canto do olho, aquela voz nasalada super sexy, corpo duplamente dorida (as mudanças também contam)...estou um caco!

Agora se ma dão licença, vou espirrar, tossir e assoar o nariz bem alto que é para ver se me mandam para casa!

6 comentários:

  1. Eu comentar (ia dizer algo que também disseste no final do primeiro parágrafo), mas acho que o melhor é ficar calada. ;)

    ResponderEliminar
  2. espero que não me caia em cima mas, há uns 8 anos que não tenho uma gripe! AS melhoras!

    ResponderEliminar